Comissão de Direito e Liberdade Religiosa define metas de atuação: atividades educativas e preventivas

Equipe de Campinas vence a primeira partida das quartas de final da Copa Estadual
07/10/2019
Ciclo de Palestras do Outubro Rosa começa nesta terça-feira: atividades são gratuitas
07/10/2019

As advogadas Adriana Cristina de Paiva e Priscilla Cruz Sato e o membro colaborador da Comissão, Carlos Alexandre Carvalho Duarte

A Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da 3ª Subseção realizou três reuniões ordinárias tendo como foco principal a elaboração do plano de ação e as metas de trabalho do grupo. A proposta da Comissão é atuar com ações educativas e preventivas, por meio de estudos e eventos, visando promover a reflexão sobre o respeito às diversas religiões, bem como combater à intolerância religiosa.     

Segundo a secretária da Comissão, a advogada Adriana Cristina de Paiva que conduziu a última reunião, no dia 3 de outubro, a ideia é realizar eventos e parcerias com entidades e instituições que também atuam com o mesmo propósito, de conscientização sobre o direito fundamental do cidadão de praticar a fé de forma livre, seja qual for a religião.

Os integrantes da Comissão têm participado ativamente de vários eventos externos sobre a questão, representando a Subseção de Campinas. Em setembro, a Comissão participou de evento realizado na 33ª Subseção (Jundiaí). Também esteve presente na Câmara Municipal de Campinas, no lançamento da campanha “Respeite a Minha Fé”, organizada pela ARMAC – Associação dos Religiosos de Matriz Africana de Campinas e Região.

Ainda na Câmara Municipal, membros da Comissão participaram do ato em que membros da Assembleia de Deus fizeram pedido público de desculpas aos representantes de religiões de matriz africana. O caso ocorreu em 2017, na lavagem das escadarias da Catedral, quando um grupo de pessoas da igreja Assembleia de Deus teria intimidado as mães de santo que estavam no local.