Aberta consulta pública sobre Processo Judicial Eletrônico

18 out , 2012

Profissionais da área jurídica e de tecnologia da informação, assim como demais interessados, poderão opinar sobre a regulamentação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A Comissão de Tecnologia da Informação e Infraestrutura, órgão do CNJ responsável pelo projeto, abriu para consulta pública a minuta de resolução que visa normatizar o uso do referido sistema no âmbito do Judiciário brasileiro. O prazo vai até 31 de outubro.

De acordo com o juiz auxiliar da presidência do CNJ e um dos responsáveis do PJe, Marivaldo Dantas, a consulta pública também foi aberta para a minuta de resolução que visa regulamentar o modelo de interoperabilidade – instrumento com o objetivo de interligar os sistemas eletrônicos dos diversos órgãos que atuam na Justiça, como a Defensoria Pública e o Ministério Público.

A proposta de resolução acerca do modelo de interoperabilidade está disponível no portal do CNJ. Também a minuta referente à regulamentação do PJe pode ser acessada no portal do Conselho. As sugestões ou pedidos de esclarecimentos para os dois documentos podem ser enviados pelos interessados para o e-mail consultapublica@cnj.jus.br.

“Qualquer pessoa interessada pode fazer sugestões ou apresentar pedidos de esclarecimentos”, afirmou Dantas. De acordo com ele, as propostas selecionadas serão encaminhadas para a Comissão de Tecnologia da Informação e Infraestrutura do CNJ para que sejam inseridas as propostas de resolução. “Essa versão mais aprimorada será levada ao plenário por um dos Conselheiros da Comissão”, explicou o juiz auxiliar do Conselho. (Agência CNJ de Notícias)

Posts relacionados

Tags

Compartilhe isto

COMUNICADO

 

A OAB Campinas comunica que a Sala da Ordem na Cidade Judiciária está temporariamente sem acesso à Internet, devido a problemas de conexão da operadora.

 

Considerando se tratar de serviço essencial ao advogado, a diretoria informa que já tomou as medidas necessárias, incluindo o registro de ocorrência junto à Anatel, visando a imediata solução do problema.